No Break: Dicas para a clínica não ficar no escuro.

Fusíveis, No Break, Luz de emergência, Gerador elétrico um destes equipamentos ainda pode te salvar!

gerador

"Uma pessoa inteligente resolve um problema, um sábio o previne" Albert Einstein

A precariedade dos sistemas de transmissão elétrica no Brasil é evidente.  Há anos convivemos com o fantasma do apagão. Fora isso, várias condições podem influenciar o suprimento elétrico de nossas clínicas. Portanto, devemos preparar nossos centros cirúrgicos para eventualidades desta natureza.

Na UNIP não temos este problema, já que as clínicas são bem equipadas contando inclusive com geradores, o que nos dá uma condição de trabalho muito tranquila. Sempre que estes foram solicitados, automaticamente prestaram importante serviço, mantendo a clínica trabalhando de forma ininterrupta. Isto sem dúvida nos poupou vários inconvenientes, possibilitando a conclusão normal dos procedimentos, em tempo justo, sem causar maiores tensões para o paciente ou a equipe o que contribui para um bom prognóstico das interveções.

Em nossas clínicas ou consultórios, também podemos nos precaver instalando um gerador elétrico, por exemplo, a gasolina, com um investimento semelhante ao custo de um compressor. Assim como os compressores, pode-se optar por vários modelos, de várias capacidades, de acordo com a necessidade.

Vários tipos de NoBreak

“Eu adoro surpresas, desde que esteja pronto para elas”

 

Um outro item que deve ser providenciado o mais rápido possível é o NoBreak. Este aparelho, muito usado para manter o suprimento elétrico de computadores, ainda tem a vantagem de manter a corrente estável, assim como um estabilizador. Motores de implante funcionam basicamente como a CPU de um computador. Basta conectar e ficar tranquilo, concentrado e trabalhando. O investimento é baixo, com valores variando de acordo com a autonomia. Procure um com pelo menos 1.4 kva que deve manter o motor funcionando sem parar por aproximadamente uma hora. 

Fusíveis podem valer ouro.

Fusíveis podem valer ouro.

Já que estamos no assunto, vale também lembrar que precisamos ter fuzíveis  de diferentes amperagens à disposição, para cada aparelho elétrico importante. Assim, não ficamos na mão. Fusíveis protegem os equipamentos de sobrecargas repentinas  rompendo-se e desligando a corrente. Geralmente ficam em locais de fácil acesso, atrás ou em baixo do equipamento.

Outra atitude que contribui muito para a segurança e a qualidade de nossos serviços é a manutenção preventiva dos equipamentos. Agindo desta forma evitamos surpresas, aumentando a vida útil dos equipamentos e diminuindo custos. Quando foi a última vez que mandou seu motor para revisão?

Voltar para Implantodontia.Blog.Br

2 ideias sobre “No Break: Dicas para a clínica não ficar no escuro.

  1. Bom dia,

    Uma das minhas dúvidas era justamente se o motor de implante poderia ser ligado em um nobreak, pois muitos nobreaks contraindicam a ligação a motores.
    Mas tenho outra dúvida e gostaria de contar com a sua ajuda; a cadeira e refletor odontológicos podem ser ligados em nobreak também?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *