Estabilidade primária

Torque em implantodontia e sua correlação com o sucesso do tratamento

Monografia apresentada ao Departamento de Odontologia do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Paulista, para obtenção do Título de Especialista pelo Curso de Pós-Graduação em Implantodontia. São Paulo 2007

Autora: Maria Caporrino Barbarow
Orientador: Rafael Andrade Moscatiello
Co-orientadores: Prof. Daldy Endo Marques, Profª. Dalva Maria Rocha

Resumo: Está bem definido que o torque utilizado na instalação de implantes dentais e seus componentes é de grande importância para alcançar bons prognósticos. A estabilidade do implante quando alcançada tem um significado importante no sucesso do tratamento. O sucesso da osseointegração depende da maneira como o estresse mecânico é transferido do implante para o osso, ou seja, tanto o osso como os implantes não podem ser submetidos a forças além daquelas que estão aptos a receber. Diversos estudos têm mostrado que também devemos prestar atenção à forma e à composição dos parafusos, pois cada um tem sua devida propriedade quanto ao torque, sendo que os de forma cônica necessitam de maior torque de inserção em relação aos cilindros, e os de titânio-alumínio oferece um baixo torque de remoção. O sucesso funcional de uma prótese sobre implante está diretamente relacionado à aplicação de um torque adequado para a fixação de seus componentes. O uso de um dispositivo capaz de aplicar e medir o torque torna-se indispensável, devido às constantes relações entre falhas e o torque fornecido ao implante. Para reduzir o potencial de afrouxamento dos parafusos, os clínicos devem aplicar um torque correto, pois um afrouxamento do parafuso pode causar maiores problemas, como perda óssea ou fratura do implante, além da fratura do próprio parafuso do intermediário. Um torque insuficiente pode permitir a separação da conexão e resultar em fadiga ou afrouxamento do parafuso. Um torque excessivo pode causar falha do parafuso ou danificar a sua rosca. Por todos esses motivos é que nos interessamos para elaborar esta pesquisa bibliográfica, pois a importância para a Implantodontia, nos parece, muito clara. Objetivos: Correlacionar torque com o sucesso do tratamento. Avaliar a necessidade da aplicação do torque exato, quando da instalação dos implantes dentais e seus componentes. Conclusão: Torna-se indispensável o uso de um dispositivo capaz de medir o torque inicial e final durante a fixação do implante, devido a uma forte relação entre o torque e as constantes falhas nos tratamentos tais como: perda de estabilidade e alta transmissão de esforços para a interface osso/implante. Devemos observar corretamente quando da colocação do implante a qualidade, quantidade óssea, tipo de implante que se qualifica naquela região, saúde geral do paciente e da cavidade bucal, e o mais importante observar a estabilidade primaria e o torque necessário para a instalação desse implante conforme a recomendação dos fabricantes do mesmo.

Voltar para Implantodontia.Blog.Br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *