Carga imediata na Implantodontia

Técnicas de carga imediata para reabilitações orais implantosuportadas

Monografia apresentada ao Departamento de Odontologia do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Paulista, para obtenção do Título de Especialista pelo Curso de Pós-Graduação em Implantodontia. São Paulo 2009.

Autor: Rafael Muglia Moscatiello
Orientador: Prof. Daldy Endo Marques
Co-orientadores: Profª. Drª Vitoria A. M. Moscatiello, Prof. Dr. Rafael Andrade Moscatiello

Resumo: A reabilitação com implantes osseointegrados pela técnica de Brånemark é uma filosofia de tratamento com alto índice de sucesso, e vem sendo documentada por quatro décadas. A introdução do conceito “osseointegração” trouxe, sem dúvida, grandes modificações à comunidade científica. Um dos princípios que parecia imutável, quando se fundamentaram as bases da osseointegração; este conceito estabelecia que os implantes devessem permanecer submersos abaixo das mucosas, e, livres de todos os tipos de carga, até completar-se a osseointegração. Atualmente se aceita, não apenas que os implantes fiquem expostos ao meio bucal, como também que estejam sujeitos a cargas funcionais, não afetando dessa forma, a osseointegração. São quatro os conceitos de implante, cientificamente reconhecidos: implantes em fase cirúrgica, implantes de transição ou temporários, implantes de carga imediata e Implantes com carga rápida ou de médio tempo. “Carga imediata não é sinônimo de tratamento imediato”. É o efeito biofísico de submeter um ou vários implantes às cargas mastigatórias funcionais, nas primeiras 24 horas de sua inserção. Os fundamentos biológicos da carga imediata encontram-se diretamente relacionados com o controle dos micromovimentos, os quais dependerão da fixação primária obtida e essa, por sua vez, da quantidade e qualidade do tecido ósseo O interesse desse conceito em implantes para a fixação de próteses tem aumentado muito nestes últimos 5 anos. Muitos autores têm comentado que os resultados de sua aplicação dependem de vários fatores como o número e o comprimento dos implantes, a densidade óssea e os hábitos do paciente. Sua indicação não pode ser generalizada em todos os casos clínicos, uma vez que necessitam responder a um protocolo que tenha como base um profundo conhecimento biológico, um diagnóstico correto e um plano racional de tratamento que avalie a biomecânica da prótese implanto-suportada indicada. O propósito desta revisão da literatura foi verificar a efetividade da técnica de carga imediata nas diversas alternativas de reabilitações protéticas cirúrgicas utilizadas atualmente e suas principais vantagens. Pode-se concluir que a reabilitação protética com implantes em carga imediata é efetiva consagrando-se pelo sucesso dos tratamentos. Suas vantagens estão relacionadas à manutenção da estética, a redução do tempo do tratamento eliminando o período de espera simplificando o procedimento. Dessa forma custos são reduzidos com maior satisfação do paciente tornando-se uma poderosa ferramenta de marketing profissional.

Voltar para Implantodontia.Blog.Br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *